DIREITO PENAL (Art. 1º até Art. 16)

Description

CURSO DE HABILITAÇÃO DE SARGENTOS / PMES DIREITO PENAL Quiz on DIREITO PENAL (Art. 1º até Art. 16), created by PROJETO SOMOS ZERO UM on 07/11/2022.
PROJETO SOMOS ZERO UM
Quiz by PROJETO SOMOS ZERO UM, updated more than 1 year ago
PROJETO SOMOS ZERO UM
Created by PROJETO SOMOS ZERO UM over 1 year ago
159
0

Resource summary

Question 1

Question
Não há crime sem lei anterior que o defina. Não há pena sem prévia cominação legal.
Answer
  • True
  • False

Question 2

Question
Ninguém pode ser punido por fato que lei posterior deixa de considerar crime, prevalecendo, em virtude dela, a execução e os efeitos penais da sentença condenatória.
Answer
  • True
  • False

Question 3

Question
A lei posterior, que de qualquer modo favorecer o agente, não aplica-se aos fatos anteriores, ainda que decididos por sentença condenatória transitada em julgado.
Answer
  • True
  • False

Question 4

Question
De acordo com o Código Penal Brasileiro, assinale a única alternativa INCORRETA:
Answer
  • A lei excepcional ou temporária, embora decorrido o período de sua duração ou cessadas as circunstâncias que a determinaram, não aplica-se ao fato praticado durante sua vigência.
  • Considera-se praticado o crime no momento da ação ou omissão, ainda que outro seja o momento do resultado.
  • Aplica-se a lei brasileira, sem prejuízo de convenções, tratados e regras de direito internacional, ao crime cometido no território nacional.
  • Para os efeitos penais, consideram-se como extensão do território nacional as embarcações e aeronaves brasileiras, de natureza pública ou a serviço do governo brasileiro onde quer que se encontrem, bem como as aeronaves e as embarcações brasileiras, mercantes ou de propriedade privada, que se achem, respectivamente, no espaço aéreo correspondente ou em alto-mar.
  • É também aplicável a lei brasileira aos crimes praticados a bordo de aeronaves ou embarcações estrangeiras de propriedade privada, achando-se aquelas em pouso no território nacional ou em voo no espaço aéreo correspondente, e estas em porto ou mar territorial do Brasil.

Question 5

Question
Considera-se praticado o crime no lugar em que ocorreu a ação ou omissão, no todo ou em parte, bem como onde se produziu ou deveria produzir-se o resultado.
Answer
  • True
  • False

Question 6

Question
Ficam sujeitos à lei brasileira, embora cometidos no estrangeiro, EXCETO:
Answer
  • Os crimes contra a vida ou a liberdade do Vice e do Presidente da República.
  • Os crimes que, por tratado ou convenção, o Brasil se obrigou a reprimir.
  • Os crimes de genocídio, quando o agente for brasileiro ou domiciliado no Brasil.
  • Os crimes praticados por brasileiro.
  • Os crimes praticados em aeronaves ou embarcações brasileiras, mercantes ou de propriedade privada, quando em território estrangeiro e aí não sejam julgados.

Question 7

Question
Nos crimes cometidos no estrangeiro contra a administração pública, por quem está a seu serviço, o agente é punido segundo a lei brasileira, ainda que absolvido ou condenado no estrangeiro.
Answer
  • True
  • False

Question 8

Question
A pena cumprida no estrangeiro atenua a pena imposta no Brasil pelo mesmo crime, quando diversas, ou nela é computada, quando idênticas.  
Answer
  • True
  • False

Question 9

Question
A sentença estrangeira, quando a aplicação da lei brasileira produz na espécie as mesmas consequências, pode ser homologada no Brasil para obrigar o condenado à reparação do dano, a restituições e a outros efeitos civis e sujeitá-lo a medida de segurança.
Answer
  • True
  • False

Question 10

Question
O dia do começo não inclui-se no cômputo do prazo. Contam-se os dias, os meses e os anos pelo calendário comum. 
Answer
  • True
  • False

Question 11

Question
Desprezam-se, nas penas privativas de direito e nas restritivas de liberdade, as frações de dia, e, na pena de multa, as frações de cruzeiro.
Answer
  • True
  • False

Question 12

Question
O resultado, de que depende a existência do crime, somente é imputável a quem lhe deu causa. Considera-se causa a ação ou omissão sem a qual o resultado não teria ocorrido.
Answer
  • True
  • False

Question 13

Question
A superveniência de causa relativamente dependente exclui a imputação quando, por si só, produziu o resultado; os fatos posteriores, entretanto, imputam-se a quem os praticou.
Answer
  • True
  • False

Question 14

Question
A omissão é penalmente relevante quando o omitente devia e podia agir para evitar o resultado. O dever de agir incumbe a quem, EXCETO:
Answer
  • tenha por lei obrigação de proteção.
  • de outra forma, assumiu a responsabilidade de impedir o resultado.
  • seja parente consanguíneo.
  • tenha por lei obrigação de vigilância.
  • com seu comportamento anterior, criou o risco da ocorrência do resultado.

Question 15

Question
Diz-se o crime consumado, quando nele se reúnem todos os elementos de sua definição legal.
Answer
  • True
  • False

Question 16

Question
Diz-se o crime tentado, quando, iniciada a execução, não se consuma por circunstâncias alheias à vontade da vítima.
Answer
  • True
  • False

Question 17

Question
Salvo disposição em contrário, pune-se a tentativa com a pena correspondente ao crime consumado, diminuída de um a dois terços.
Answer
  • True
  • False

Question 18

Question
O agente que, voluntariamente, desiste de prosseguir na execução ou impede que o resultado se produza, pune-se a tentativa com a pena correspondente ao crime consumado, diminuída de um a dois terços.
Answer
  • True
  • False

Question 19

Question
(MPM 2005) Em relação ao arrependimento eficaz e à desistência voluntária, é correto afirmar que:
Answer
  • É pacífico o entendimento doutrinário de que os dois institutos têm a natureza jurídica de causas pessoais de extinção da punibilidade.
  • São requisitos da desistência voluntária: a espontaneidade e o esgotamento de toda a atividade executória.
  • São requisitos do arrependimento eficaz: o esgotamento de toda a atividade executória; impedimento eficaz do resultado e voluntariedade.
  • Fazem surgir a figura do crime impossível, por ineficácia absoluta do meio ou por absoluta impropriedade do objeto.

Question 20

Question
Nos crimes cometidos sem violência ou grave ameaça à pessoa, reparado o dano ou restituída a coisa, até o recebimento da denúncia ou da queixa, por ato voluntário do agente, a pena será reduzida de um a dois terços.
Answer
  • True
  • False

Question 21

Question
(FMP 2008) Assinale a alternativa correta:
Answer
  • A desistência voluntária é possível na tentativa perfeita e na tentativa imperfeita.
  • O arrependimento eficaz é possível na tentativa perfeita e na tentativa imperfeita.
  • O arrependimento posterior é instituto aplicável aos crimes em geral.
  • Na tentativa qualificada o agente pode ou não ser punido.
  • Nenhuma das alternativas.

Question 22

Question
(FAFIPA 2019) É CORRETO afirmar que:
Answer
  • Crime tentado é aquele que não se consuma por circunstância alheia a vontade do agente, quando não iniciada a execução.
  • Crime tentado é aquele que o agente desiste de consuma-lo após iniciada a execução.
  • Crime tentado é aquele que quando iniciada a execução, não se consuma por circunstâncias alheias à vontade do agente.
  • Crime tentado é aquele que após consumado, o agente realiza ato para minimizar ou evitar seu resultado material.
  • Crime consumado é aquele que o agente deixa de praticar atos de execução, independente do resultado material.

Question 23

Question
(FAFIPA 2019) De acordo com o Código Penal Brasileiro, assinale a alternativa INCORRETA:
Answer
  • Diz-se o crime consumado, quando nele se reúnem todos os elementos de sua definição legal.
  • Diz-se o crime tentado, quando, iniciada a execução, o agente, voluntariamente, impede que o resultado se produza.
  • Salvo disposição em contrário, pune-se a tentativa com a pena correspondente ao crime consumado, diminuída de um a dois terços.
  • O agente que, voluntariamente, desiste de prosseguir na execução ou impede que o resultado se produza, só responde pelos atos já praticados.

Question 24

Question
(UNESPAR 2019) Segundo o Código Penal, não é causa excludente de ilicitude:
Answer
  • A desistência voluntária.
  • A legítima defesa.
  • O estado de necessidade.
  • O estrito cumprimento de dever legal.
  • O exercício regular de direito.

Question 25

Question
(FAFIPA 2020) Segundo o Código Penal Brasileiro, o crime é considerado tentado quando:
Answer
  • Iniciada a execução, não se consuma por circunstâncias alheias à vontade do agente.
  • O agente, voluntariamente, desiste de prosseguir na execução.
  • O agente, voluntariamente, impede que o resultado se produza.
  • O agente repara o dano ou restitui a coisa à vítima.
  • Nele se reúnem todos os elementos de sua definição legal.

Question 26

Question
(TJ-SC 2010) É correto afirmar segundo o Código Penal:
Answer
  • Considera-se consumado o crime no momento do resultado da ação ou omissão.
  • A pena cumprida no estrangeiro não atenua a imposta no Brasil pelo mesmo crime, quando diversas.
  • A lei posterior que deixa de considerar certo fato como crime faz cessar os efeitos penais da sentença condenatória.
  • Os crimes de genocídio cometidos no estrangeiro ficam sujeitos à lei brasileira mesmo se o agente não for brasileiro ou domiciliado no Brasil.
  • Cessadas as circunstâncias que determinaram a elaboração de lei temporária, deixa a mesma de ter aplicação aos fatos praticados durante a sua vigência.

Question 27

Question
(CESPE/CEBRASPE 2014) Em crimes omissivos impróprios a omissão é penalmente relevante para quem tenha por lei obrigação de cuidado, proteção ou vigilância, o que se aplica ao policial, quando, em serviço, assume a posição de garante.
Answer
  • True
  • False

Question 28

Question
(CESPE/CEBRASPE 2020) Uma pessoa que tenha condições e o dever de agir em determinada situação, mas não o faz, comete crime omissivo impróprio, passando a responder pelo resultado da omissão.
Answer
  • True
  • False

Question 29

Question
(GUALIMP 2020) O Código Penal Brasileiro define que o crime se consuma quando nele se reúnem todos os elementos de sua definição legal e que será tentado, quando, iniciada a execução, não se consuma por circunstância alheias à vontade do agente. Nesse sentido, salvo disposição em contrário, é CORRETO afirmar que se pune a tentativa com a pena correspondente ao crime consumado, diminuída de:
Answer
  • Um a dois terços.
  • Um a dois quintos.
  • Dois a três sextos.
  • Um a três sextos.

Question 30

Question
(ESMARN 2014) Examine as proposições abaixo e assinale a alternativa CORRETA: I. Nos crimes cometidos com violência ou grave ameaça à pessoa, reparado o dano ou restituída a coisa, até o recebimento da denúncia ou da queixa, por ato voluntário do agente, a pena será reduzida de um a dois terços. II. Em geral, os crimes dolosos são compatíveis com a tentativa, pouco importando sejam materiais, formais ou de mera conduta. III. O agente que, voluntariamente, desiste de prosseguir na execução ou impede que o resultado se produza, não responde pelos atos já praticados. IV. Os crimes preterdolosos, unissubsistentes e as contravenções penais não admitem a tentativa.
Answer
  • Somente as proposições I e IV estão corretas.
  • Somente as proposições II e IV estão corretas.
  • Somente as proposições I e III estão corretas.
  • Somente as proposições II e III estão corretas.
  • Todas as proposições estão corretas.

Question 31

Question
(FGV 2016) Hugo, após mais uma discussão com seu sogro João em razão de disputas desportivas, entende que não mais suporta viver em constante conflito com seus familiares. Por esse motivo, decide matar João, e, para tanto, desfere uma facada em sua perna quando os dois estavam sozinhos. Durante a execução do delito, apesar de saber que aquela facada ainda não seria suficiente para causar a morte do sogro, opta por não mais seguir na empreitada criminosa, pensando no sofrimento que sua esposa sentiria com a morte do pai. Deixa, então, o local do crime, vindo João a ficar, em razão do ferimento causado pelo golpe, impossibilitado de exercer suas atividades habituais por 40 dias. Diante da situação narrada, é correto afirmar que Hugo:
Answer
  • não responderá por qualquer crime, em razão do arrependimento eficaz.
  • responderá pelo crime de lesão corporal grave, em razão da desistência voluntária.
  • responderá pelo crime de tentativa de homicídio, já que agiu com dolo de matar e houve início de execução.
  • responderá pelo crime de lesão corporal grave, em razão do arrependimento eficaz.
  • não responderá por qualquer crime, em razão da desistência voluntária.

Question 32

Question
(FGV 2016) Em relação à teoria da norma penal, no que concerne à aplicação da lei penal no tempo e no espaço, ao tempo do crime e ao princípio da legalidade, é correto afirmar que:
Answer
  • considera-se cometido o crime tanto no momento da ação ou omissão, como no do implemento do resultado.
  • a existência da norma penal em branco viola o princípio da legalidade.
  • os institutos da lei excepcional e temporária, previstos no artigo 3º do Código Penal, não foram recepcionados pela Constituição Federal de 1988.
  • o instituto da abolitio criminis aplica-se apenas aos fatos criminosos anteriormente consolidados que ainda não tenham sido alcançados por uma sentença penal condenatória transitada em julgado.
  • nas situações de crime continuado e crime permanente, a aplicação de lei mais gravosa que tenha entrado em vigor na constância da continuidade ou da permanência não viola o princípio da irretroatividade da lei penal mais gravosa.

Question 33

Question
(CONSULPLAN 2014) Os artigos inaugurais do Código Penal Brasileiro (Decreto‐Lei Federal nº 2.848/1940) trazem importantes fundamentos da legislação brasileira nesta seara e estabelecem princípios que norteiam a aplicação da lei penal. Em se tratando desse assunto, analise as afirmativas: I. Considera‐se praticado o crime no lugar em que ocorreu a ação ou omissão, no todo ou em parte, bem como onde se produziu ou deveria produzir‐se o resultado. II. Aplica‐se a lei brasileira, sem prejuízo de convenções, tratados e regras de direito internacional, ao crime cometido no território nacional. III. Ninguém pode ser punido por fato que lei posterior deixa de considerar crime, cessando em virtude dela a execução e os efeitos penais da sentença condenatória. Estão CORRETAS as afirmativas:
Answer
  • I, II e III.
  • I e II, apenas.
  • I e III, apenas.
  • II e III, apenas.

Question 34

Question
(FUNDATEC 2019) No Direito Penal, a retroatividade de lei que não mais considera o fato como criminoso:
Answer
  • É vedada.
  • É causa de extinção da punibilidade.
  • Representa caso de anistia.
  • Representa caso de indulto.
  • Afasta a ilicitude do ato, mas não produz a extinção da punibilidade.

Question 35

Question
(TJ-AP 2019) Com a intenção de praticar um golpe, Manoel pagou diversos produtos comprados em determinada loja com um cheque clonado pré-datado. Antes da data do vencimento do cheque, Manoel, arrependido, retornou à loja e trocou o cheque por dinheiro em espécie, tendo quitado o débito integralmente. A respeito da conduta de Manoel na situação hipotética apresentada, assinale a opção CORRETA:
Answer
  • Houve desistência voluntária.
  • Houve arrependimento eficaz.
  • Houve arrependimento posterior.
  • A conduta configurou tentativa.

Question 36

Question
(CCV-UFC 2015) O agente que, voluntariamente, desiste de prosseguir na execução ou impede que o resultado se produza, só responde pelos atos já praticados. A assertiva caracteriza o(s) instituto(s):
Answer
  • desistência voluntária, somente.
  • arrependimento eficaz, somente.
  • arrependimento posterior, somente.
  • desistência voluntária e arrependimento eficaz.
  • desistência voluntária e arrependimento posterior.

Question 37

Question
(CCV-UFC 2015) Indique o item que preenche, corretamente, a lacuna da frase: Ocorre a________________ quando a lei nova deixa de considerar como infração o que era anteriormente tido como ilícito penal.
Answer
  • aberratio ictus
  • abolitio criminis
  • aberratio delicti
  • prescrição do crime
  • decadência do crime

Question 38

Question
(SEAP 2018) Assinale a alternativa INCORRETA:
Answer
  • A lei posterior que de qualquer modo favorecer o agente, aplica-se aos fatos anteriores, ainda que decididos por sentença condenatória transitada em julgado.
  • Considera-se praticado o crime no momento da ação ou omissão, ainda que outro seja o momento do resultado.
  • Para os efeitos penais, consideram-se como extensão do território nacional as embarcações e aeronaves brasileiras, de natureza pública ou a serviço do governo brasileiro onde quer que se encontrem, bem como as aeronaves e as embarcações brasileiras, mercantes ou de propriedade privada, que se achem, respectivamente, no espaço aéreo correspondente ou em alto-mar.
  • Na fase de execução da sentença condenatória, com a definição da culpa do condenado, não se aplica a lex mitior.

Question 39

Question
(INSTITUTO AOCP 2020) Em relação ao Crime Consumado, de acordo com o art. 14 do Código Penal Brasileiro – CPB –, é correto afirmar que ele ocorre:
Answer
  • quando se reúnem todos os elementos subjetivos.
  • quando nele se encontram elementos objetivos após o crime.
  • quando nele não se reúnem os elementos de sua definição legal.
  • quando nele se reúnem todos os elementos de sua definição legal.
  • somente quando reunir o autor, testemunha e a vítima.
Show full summary Hide full summary

Similar

Revisão de Direito Penal
Alice Sousa
Revisão de Direito Penal
GoConqr suporte .
Direito Penal
ERICA FREIRE
TIPOS - AÇÃO PENAL
GoConqr suporte .
FUNÇÕES DA CRIMINOLOGIA.
fcmc2
Direito Penal - Concurso de Pessoas
Rainã Ruela
Direito Penal - Escrevente TJ-SP
Luiz Gustavo Muzzi Rodrigues
Princípios Direito Penal
Carlos Moradore
EXTRATERRITORIALIDADE DA LEI PENAL BRASILEIRA
TANIA QUEIROZ
Teoria do Crime
Marianna Martins