Roteiro de Estudos Sociofilosofia 2º Anos 3º Trimestre - EG

Description

Roteiro de Estudos de Sociofilosofia dos 2º anos do 3º Trimestre do Colégio Eduardo Gomes
Marcos Roberto Martinez
Quiz by Marcos Roberto Martinez, updated more than 1 year ago
Marcos Roberto Martinez
Created by Marcos Roberto Martinez over 7 years ago
265
1

Resource summary

Question 1

Question
Algumas pessoas conseguem mais do que outras nas sociedades – mais dinheiro, mais prestígio, mais poder, mais vida, e tudo aquilo que os homens valorizam. Tais desigualdades criam divisões na sociedade – divisões com respeito a idade, sexo, riqueza, poder e outros recursos. Aqueles no topo dessas divisões querem manter sua vantagem e seu privilégio; aqueles no nível inferior querem mais e devem viver em um estado constante de raiva e frustração [...]. Assim, a desigualdade é uma máquina que produz tensão nas sociedades humanas. É a fonte de energia por trás dos movimentos sociais, protestos, tumultos e revoluções. As sociedades podem, por um período de tempo, abafar essas forças separatistas, mas, se as severas desigualdades persistem, a tensão e o conflito pontuarão e, às vezes, dominarão a vida social. TURNER, Jonathan H. Sociologia: Conceitos e aplicações. São Paulo: Pearson, 2000. p. 111. (Adaptado).
Answer
  • segundo Karl Marx, aqueles que possuem ou controlam os meios de produção têm poder, sendo capazes de manipular os símbolos culturais através da criação de ideologias que justifiquem seu poder e seus privilégios.
  • no plano social, a igualdade humana está explícita em dois setores bem definidos: na Justiça, segundo a qual todos são iguais perante a lei, e na educação, em que todos devem ter oportunidades iguais; essas práticas são vivenciadas pela sociedade brasileira.
  • a estratificação de classes existe quando renda, poder e prestígio são dados igualmente aos membros de uma sociedade, gerando, portanto, grupos culturais, comportamentais e organizacionais semelhantes.
  • a estratificação, na visão de Karl Marx, mostra que a luta de classes não se polariza entre o ter e o não ter e envolve mais do que a ordem econômica.

Question 2

Question
Com efeito, de modo sistemático e coerente, dentro de um grupo social, os indivíduos que o compõem, desenvolvem uma relação estável, os quais compartilham histórias, objetivos, interesses, valores, princípios, símbolos, tradições e, sobretudo, as leis e as normas que asseguram as relações interpessoais e o desempenho de determinados papéis entre os sujeitos sociais. De acordo com a apostila de Sociofilosofia desse trimestre como são definidos os grupos sociais
Answer
  • Os grupos sociais são o mesmo que movimentos sociais, pois ambos lutam por direitos sociais
  • Os grupos sociais são definidos pela interação estabelecida entre as pessoas e o sentimento de identidade existente; em outros termos, é a forma básica de associação humana.
  • Os grupos sociais são compostos por agentes sociais e formam a sociedade num todo como organismo das ações sociais
  • Os grupos sociais são instituições sociais que formam a sociedade num todo, como igrejas, famílias, escolas entre outras.
  • Os grupos sociais só existiram nas sociedades antigas, onde era possível esse tipo de divisão social que dividiam por ordem a sociedade.
  • Os grupos sociais são aglomerações humanas compostas por sujeitos que se identificam pela cultura e costume adquirido ao longo da convivência em conjunto.

Question 3

Question
Escrito há quase duzentos anos, por Karl Marx e Friedrich Engels, o Manifesto Comunista denunciava as desigualdades sociais vividas pelos homens na sociedade capitalista. Leia trecho dessa obra, reproduzido a seguir, e responda: “A sociedade burguesa moderna, que brotou das ruínas da sociedade feudal, não aboliu os antagonismos das classes. Estabeleceu novas classes, novas condições de opressão, novas formas de luta no lugar das antigas [...] A manufatura já não era suficiente. Em consequência disso, o vapor e as máquinas revolucionaram a produção industrial. O lugar da manufatura foi tomado pela indústria gigantesca moderna, o lugar da classe média industrial, pelos milionários da indústria, líderes de todo o exército industrial, os burgueses modernos” (MARX, Karl & ENGELS, Friedrich. O Manifesto do Partido Comunista. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1998, 10ª Edição, p.09 e 11 – Coleção
Answer
  • True
  • False

Question 4

Question
“Os valores-de-uso das mercadorias constituem o objecto de um saber particular: a ciência e a arte comerciais. Os valores-de-uso só se realizam pelo uso ou pelo consumo. Constituem o conteúdo material da riqueza, qualquer que seja a forma social dessa riqueza. Na sociedade que nos propomos examinar, são, ao mesmo tempo, os suportes materiais do valor-de-troca”. (MARX, Karl. 1867. O Capital: Crítica da Economia Política.) No primeiro capítulo de O Capital de Marx, chamado A Mercadoria encontramos esse desdobramento sobre valor de uso e valor de troca, dentro do que foi discutido em sala de aula, explique em poucas palavras o primeiro quadro da tirinha exposta.
Answer
  • Valor de Uso e Valor de Troca

Question 5

Question
De acordo com Durkheim, todos os elementos da sociedade, incluindo a moralidade e a religião, são produtos da história, uma vez que eles não têm nenhuma origem transcendente e fazem parte do mundo natural, que pode ser estudado cientificamente. Em particular, para Durkheim, a sociologia é a ciência que estuda as instituições, sua gênese e o seu funcionamento. Para ele, uma instituição significa "todas as crenças e todos os modos de conduta estabelecidas pela coletividade". A sociologia, para Durkheim, deveria ocupar-se do estudo das sociedades no intuito de:
Answer
  • conhecer a fundo o ser humano e suas diversas facetas perante a sua interação com o outro, priorizando sua individualidade.
  • Descobrir e tratar todos os males humanos que afligem a sociedade, tendo como objetivo a formação de uma raça humana perfeita.
  • A criação de uma seita científica, com o objetivo de construir o verdadeiro conhecimento em busca da perfeição humana.
  • Entender a fundo os processos sociais que formam a realidade social do Homem, atentando principalmente aos aspectos gerais, e não aos individuais.
  • Combater as desigualdades sociais causadas pelo sistema capitalista equilibrando as relações entre os homens justos.

Question 6

Question
De acordo com Émile Durkheim, tido por muitos como um dos pais da sociologia moderna, define em seu livro, “As Regras do Método Sociológico” (1895), que o objeto de estudo da Sociologia são os chamados fatos sociais que em suas características moldam o comportamento dos indivíduos em sociedade. Os fatos sociais são definidos pelo autor como sendo especificamente compostos de três características fundamentais: Solidariedade Mecânica, Solidariedade Orgânica e Anomia.
Answer
  • True
  • False

Question 7

Question
“ O contínuo avanço tecnológico global não parece estar garantindo que as sociedades futuras possam gerar, unicamente por mecanismos de mercado, postos de trabalho – ainda que flexíveis – compatíveis em qualidade e renda com as necessidades básicas da população mundial. A lógica da globalização e do fracionamento das cadeias produtivas incorporou parte dos bolsões de mão-de-obra barata mundiais sem necessariamente elevar-lhes a renda. Os postos de trabalho formal crescem menos que os investimentos diretos. Se, por um lado, surgem oportunidades bem remuneradas no trabalho flexível, por outro, o setor informal também abriga o emprego muito precário e a miséria. E, especialmente nos países da periferia, os governos – comprometidos com a estabilidade – não têm orçamento suficiente e estruturas eficazes para garantir a sobrevivência dos novos excluídos. O paradigma do emprego está em definitiva mudança, e há inúmeras razões para preocupação quanto ao futuro da exclusão social no novo século.” A que se refere o texto e a tirinha da Mafalda:
Answer
  • Socialismo
  • Capitalismo
  • Globalização
  • Comunismo
  • Imperialismo

Question 8

Question
Nunca certas previsões do marxismo pareceram mais verdadeiras do que hoje: o que não deixa de ser bastante irônico, se considerarmos que isso se dá no momento em que o marxismo está desacreditado como filosofia social[...]”.(Quentin Skinner, historiador inglês, 1998) O que permite o autor sustentar, respectivamente, a tese do descrédito e a da validade do marxismo, fundamenta-se:
Answer
  • no êxito do capitalismo em eliminar as crises financeiras periódicas e no seu fracasso em fazer diminuir a população mundial.
  • na capacidade do capitalismo para controlar a pobreza e na sua dificuldade para desenvolver tecnologias que resolvessem problemas ambientais.
  • no desaparecimento da luta de classes e na intensificação da concorrência e do conflito imperialista entre as potências capitalistas
  • no êxito do capitalismo em globalizar a economia e na incapacidade do “Welfare State” (Estado do Bem-Estar Social) para humanizar o capitalismo.
  • no fracasso das experiências socialistas em nosso século e no aumento extraordinário tanto da riqueza quanto da pobreza no mundo.

Question 9

Question
As mudanças trazidas pela Revolução Industrial provocaram novas reflexões sobre a sociedade e seu comportamento. Karl Marx, criador do materialismo histórico e um dos pensadores mais marcantes do século XIX, detentor de uma obra densa e profunda, podemos afirmar que nas suas reflexões:
Answer
  • reconhecia a falta de justiça social, devido aos exageros do sistema capitalista que incentivava a exploração das classes desfavorecidas.
  • defendia a necessidade de ampliar a intervenção do Estado na gestão da economia, a fim de pôr fim aos sistemas parlamentares europeus.
  • propunha a luta da sociedade para negar as mudanças sociais, admitindo a volta aos princípios do mercantilismo
  • restringia, às classes sociais urbanas, os planos de crescimento da sociedade europeia e de uma melhor qualidade de vida.
  • Era a favor do liberalismo econômico e do livre comércio, para combater a classe burguesa.

Question 10

Question
“A ação social (incluindo tolerância ou omissão) orienta-se pela ação de outros, que podem ser passadas, presentes ou esperadas como futuras (vingança por ataques anteriores, réplica a ataques presentes, medidas de defesa diante de ataques futuros). Os ´outros` podem ser individualizados e conhecidos ou uma pluralidade de indivíduos indeterminados e completamente desconhecidos” (Max Weber. Ação social e relação social. In M.M. Foracchi e J.S Martins. Sociologia e Sociedade. Rio de Janeiro, LTC, 1977, p.139). Max Weber, um dos clássicos da sociologia, autor dessa definição de ação social, que para ele constitui o objeto de estudo da sociologia, apontou a existência de quatro tipos de ação social. Cite uma dessas ações[blank_start]?[blank_end]
Answer
  • ?

Question 11

Question
Max Weber, um dos fundadores da Sociologia, tinha amplo conhecimento em muitas áreas afins a essa ciência, tais como economia, direito e filosofia. Assim, ao analisar o desenvolvimento do capitalismo moderno, buscou entender a natureza e as causas da mudança social. Em sua obra, existe um conceito fundamental visto como um instrumento de análise sociológica para o entendimento da sociedade: Fato Social
Answer
  • True
  • False

Question 12

Question
“A respeito dos estudos comparativos, a resposta de Weber foi a elaboração de “tipos ideais”, que constituem um dispositivo generalizante, um modelo heurístico, sobre o qual era possível aplicar a comparação. Nas suas explicações históricas comparadas, Weber rejeita sempre a hipótese de leis ou de monocausalidade; ele pensa, portanto, que um evento pode ter diversas causas e que conjuntos diversos de causas podem ter o mesmo efeito. A validade das comparações em Weber provém das suas construções empíricas dos processos de indução e de introspecção mais do que de uma verificação causal de hipóteses.” Paola Rebughini. A comparação qualitativa de objetos complexos e o efeito da reflexividade. In: Alberto Melluci (org.) Por uma sociologia reflexiva: pesquisa qualitativa e cultura. Petrópolis: Vozes, 2005, p. 242 O fragmento acima explica o conceito de Tipo Ideal em Weber
Answer
  • True
  • False

Question 13

Question
Para Max Weber a ilustração abaixo significa uma espécie de organização humana baseada na racionalidade, ou seja, os meios devem ser analisados e estabelecidos de maneira totalmente formal e impessoal, a fim de alcançarem os fins pretendidos.
Answer
  • Autonomia
  • Autocracia
  • Burocracia
  • Democracia
  • Aristocracia
  • Anomia

Question 14

Question
Para Durkheim o conceito de solidariedade consiste em um fenômeno que liga o indivíduo com a sociedade, conectando e harmonizando os objetos coletivos e individuais, mantendo intacta a coesão social, ao manter a consciência coletiva em toda a sua vitalidade. Durkheim explora em suas obras, dois tipos de solidariedade; uma é encontrada em sociedades pouco desenvolvidas em que não há divisão do trabalho, ou seja, sociedades consideradas primitivas ou pré-capitalistas, como clãs e tribos. A outra consiste em considerar mais importante a consciência coletiva, superior à consciência individual, causando uma supressão na personalidade do indivíduo. Nestas sociedades existe uma menor consciência social, os indivíduos são semelhantes, desenvolvem funções iguais e são submetidos a mecanismos de coerção exercidos de forma imediata, violenta e punitiva. Cite os dois tipos de solidariedade expostas por Durkheim em suas obras e descritas no texto acima:
Answer
  • Solidariedade automática e mecânica
  • Solidariedade Orgânica e Mecânica
  • Solidariedade autônoma e coletiva
  • Solidariedade Coercitiva e genérica
  • Solidariedade Exterior e Interior

Question 15

Question
Para Durkheim, o método de estudo da sociologia, consiste em aproximar o método sociológico aos métodos utilizados no estudo das chamadas “ciências naturais”, enfatizando a posição de neutralidade e objetividade e priorizando, diferentemente da filosofia e da psicologia, a sociedade como coletividade e não o indivíduo e sua natureza, pois o que é considerado natureza humana é na verdade produto da própria sociedade. Assim, Durkheim define como objeto de estudo da Sociologia, o “fato social”. E como parte integrante do fato social ela apresenta a coercitividade. Explique o significado de coercitividade em Durkheim
Answer
  • É a capacidade que apresenta um material magnético de manter seus ímãs elementares presos numa determinada posição. Esta posição pode ser modificada colocando o material magnetizado num campo magnético externo.
  • característica relacionada com o poder, ou a força, com a qual os padrões culturais de uma sociedade se impõem aos indivíduos, que dita as normas impostas aos indivíduos, obrigando-os as cumpri-las.
  • qualidade do que é geral, do que abrange uma totalidade de coisas, ou do que é considerado em toda a sua extensão.
  • esta característica transmite o fato de esses padrões de cultura serem exteriores aos indivíduos, ou seja ao fato de virem do exterior dos indivíduos.
  • é um termo da Sociologia que representa política de cooperação, que reúne e analisa ações nas áreas social, econômica e territorial impostas sob um regulamento comum.

Question 16

Question
A figura ilustra, por meio da ironia, parte da crítica que a perspectiva sociológica baseada nas reflexões teóricas de Karl Marx (1818-1883) faz ao caráter ideológico de certas noções de Estado. Sobre a relação entre Estado e sociedade segundo Karl Marx, é correto afirmar
Answer
  • O Estado é o exercício da justiça
  • O Estado é um instrumento de dominação
  • O Estado assegura a felicidade
  • O Estado visa atender a legislação
  • O Estado representa interesses do povo

Question 17

Question
Escrito há quase duzentos anos, por Karl Marx e Friedrich Engels, o Manifesto Comunista denunciava as desigualdades sociais vividas pelos homens na sociedade capitalista. Leia trecho dessa obra, reproduzido a seguir, e assinale o que for correto sobre o desenvolvimento econômico. “A sociedade burguesa moderna, que brotou das ruínas da sociedade feudal, não aboliu os antagonismos das classes. Estabeleceu novas classes, novas condições de opressão, novas formas de luta no lugar das antigas [...] A manufatura já não era suficiente. Em consequência disso, o vapor e as máquinas revolucionaram a produção industrial. O lugar da manufatura foi tomado pela indústria gigantesca moderna, o lugar da classe média industrial, pelos milionários da indústria, líderes de todo o exército industrial, os burgueses modernos” (MARX, Karl & ENGELS, Friedrich. O Manifesto do Partido Comunista. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1998, 10ª Edição, p.09 e 11 – Coleção Leitura).
Answer
  • I- A passagem da manufatura para indústria gerou um processo de modificação do espaço natural que foi bastante equilibrado, sem prejuízos ao meio ambiente.
  • II - O trecho acima se refere ao contexto de formação da sociedade capitalista e à composição dos antagonismos de classe, os quais opõem proprietários dos meios de produção e proprietários da força de trabalho.
  • III - As relações estabelecidas pelas classes sociais na sociedade burguesa moderna são pautadas pela cooperação, a qual conduz ao desenvolvimento econômico gerador de melhor condição de vida para todos.
  • IV - As relações de troca se revolucionaram em virtude de o crescimento da burguesia moderna ter ocorrido na mesma proporção do crescimento da produção industrial.
  • V - O desenvolvimento da indústria está assentado no emprego do trabalho humano, o único detentor de conhecimento para alterar a matéria-prima, a partir do uso de instrumentos que ele mesmo produz.

Question 18

Question
O capitalismo vê a força de trabalho como mercadoria, mas é claro que não se trata de uma mercadoria qualquer. Ela é capaz de gerar valor. [...] O operário é o indivíduo que, nada possuindo, é obrigado a sobreviver da sua força de trabalho” (COSTA, 2005). Esse trecho faz referência à Mais - Valia de Karl Marx
Answer
  • True
  • False

Question 19

Question
No final de 2000 o jornalista Scott Miller publicou um artigo no The Wall Street Journal, reproduzido no Estado de S. Paulo (13 dez. 2000), com o título “Regalia para empregados compromete os lucros da Volks na Alemanha”. No artigo ele afirma: “A Volkswagen vende cinco vezes mais automóveis do que a BMW, mas vale menos no mercado do que a rival. Para saber por que, é preciso pegar um operário típico da montadora alemã. Klaus Seifert é um veterano da casa. Cabelo grisalho, Seifert é um planejador eletrônico de currículo impecável. Sua filha trabalha na montadora e, nas horas vagas, o pai dá aulas de segurança no trânsito em escolas vizinhas. Mas Seifert tem, ainda, uma bela estabilidade no emprego. Ganha mais de 100 mil marcos por ano (51.125 euros), embora trabalhe apenas 7 horas e meia por dia, quatro dias por semana. ‘Sei que falam que somos caros e inflexíveis’, protesta o alemão durante o almoço no refeitório da sede da Volkswagen AG. ‘Mas o que ninguém entende é que produzimos veículos muito bons.’ E quanto a lucros muito bons?” A relação entre lucro capitalista e remuneração da força-de-trabalho pode ser abordada a partir do conceito de mais valia, fundamental na teoria marxista, que é definido como aquele “valor produzido pelo trabalhador que é apropriado pelo capitalista sem que um equivalente seja dado em troca” (BOTTOMORE, Tom. Dicionário do pensamento marxista. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998. p. 227).
Answer
  • True
  • False

Question 20

Question
Que conceito na Teoria de Karl Marx pode ser entendido pela charge abaixo:
Answer
  • Trabalho Escravo
  • Mais Valia absoluta
  • Exploração da mão de obra de trabalho
  • Fabricação das mercadorias
  • Valor de uso e valor de troca
Show full summary Hide full summary

Similar

Max Weber 1864 / 1920_1
brunavieiraricar
Karl Marx
Victória Gama
O que é política
Samuel Gebing
EDUCAÇÃO NA VISAO DA SOCIOLOGIA CLÁSSICA
marcello costa
Karl Marx
DAVID NETO
Karl Marx
DAVID NETO
Karl Marx
Ighor Ferreira
Karl Marx e Max Weber
Jaqueline Ribeir
Teoria Geral da Administração
ronicontabil33
Max weber
Johnny Henrique
Max Weber (1864-1920)
suellen lessa